PUBLICIDADE
AVANÇAR

Menu

+

0

0

Vila Praia de Âncora

Mau tempo: Pescadores de prevenção face ao agravamento do mar

21 Janeiro, 2013 - 14:10

193

0

Os pescadores de Vila Praia de Âncora, Caminha, vão ficar de prevenção até quarta-feira, junto ao portinho da localidade, face ao esperado agravamento das condições de mar, nomeadamente a forte ondulação.

Os pescadores de Vila Praia de Âncora, Caminha, vão ficar de prevenção até quarta-feira, junto ao portinho da localidade, face ao esperado agravamento das condições de mar, nomeadamente a forte ondulação.

“A partir de hoje, à noite, vamos estar de prevenção absoluta, face à ondulação e ao vento, para prevenir qualquer coisa que aconteça às embarcações”, explicou à agência Lusa o presidente da Associação de Pescadores de Vila Praia de Âncora, Vasco Presa.

Fonte da capitania de Caminha, contactada pela Lusa, confirmou este cenário e explicou que, até quarta-feira, são esperados ventos na ordem dos 60 quilómetros por hora e ondulação de seis metros.

O mau tempo ainda não se faz sentir, mas as previsões levaram aquela capitania a lançar um alerta aos pescadores.

“De certeza absoluta que, até quarta-feira, a barra [de Vila Praia de Âncora] vai continuar fechada. Aconselhamos os pescadores a fundearem o melhor possível as respetivas embarcações”, explicou a mesma fonte.

Os pescadores admitem “preocupação” com o agravamento das condições de mar nas próximas horas, tendo em conta o efeito na ondulação provocado pelo assoreamento daquela barra.

Em Vila Praia de Âncora, a pesca artesanal movimenta cerca de 100 pessoas e mais de vinte embarcações.

O mau tempo que se fez sentir no sábado já tinha afetado mais de uma dezena de embarcações que se encontravam fundeados na barra de Caminha, na foz do rio Minho.

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) colocou, hoje de manhã, seis distritos da zona norte do país em aviso vermelho, a situação meteorológica de maior risco, devido a agitação marítima.

Viana do Castelo, Braga, Porto, Aveiro, Coimbra e Leiria são os distritos onde o estado do mar provoca maiores preocupações, estando previstas ondas de sete a oito metros até às 15:00 de hoje.

O IPMA espera que as ondas diminuam um pouco no final do dia e durante a noite, mantendo-se, no entanto, nos cinco a sete metros.

O mar deverá ter ondas de quatro a cinco metros na costa ocidental a norte do Cabo Raso e de 2,5 a 3,5 no sul.

Últimas