PUBLICIDADE
AVANÇAR

Menu

+

0

0

Mundo

Guerra: É um dos ‘snipers’ mais mortíferos do mundo… e vai juntar-se à Ucrânia

10 Março, 2022 - 01:08

1815

0

Guerra.

Chamam-lhe Wali. É canadiano… e é considerado um dos snipers mais mortíferos do mundo. Para dar uma ideia do potencial, é ele quem detém o recorde militar ao matar um membro do Estado Islâmico a uma distância de 3.540 metros (são 3,5 km!).

 

Há dias, contou ao jornal La Presse, recebeu um pedido de ajuda vindo da Ucrânia para combater os russos. Não hesitou. Para trás deixa a mulher e o filho no Canadá.

 

 

 

Wali deixa para trás o Canadá e ruma à Ucrânia para ajudar na luta contra os russos

[Fotografia: jornal La Presse]

 

 

“Ele disse-me que eles precisavam de um franco-atirador. É como um bombeiro que ouve o alarme a tocar. Eu tinha que ir”, disse o soldado que esteve no Iraque por conta própria para combater o Estado Islâmico e esteve duas vezes no Afeganistão como franco-atirador com as Forças Armadas do Canadá em 2009 e 2011.

 

“Quero ajudá-los. Só isso”, acrescentou em tom pragmático.

 

Recorde-se que o presidente ucraniano Volodymyr Zelensky anunciou que aqueles que quisessem juntar-se aos combatentes ucranianos seriam bem-vindos. 

 

Mais de 20 mil combatentes estrangeiros, incluindo portugueses, aceitaram ajudar e rumaram à Ucrânia para lutar contra os russos.

 

 

[Fotografia capa: CBC]

Últimas