PUBLICIDADE
AVANÇAR

Menu

+

0

0

Galiza

Galiza: Lotações a 100% a partir deste sábado (incluindo discotecas) – Saiba o que vai mudar

21 Outubro, 2021 - 20:51

371

0

Junta da Galiza dá ‘luz verde’ a um significativo alívio nas restrições.

Já fora do Estado de Emergência, a comunidade da Galiza, em Espanha, vai entrar a partir das 0h00 deste sábado (23h00 em Portugal) numa nova fase de desconfinamento. As medidas anunciadas pela Junta da Galiza ficam marcadas por um enorme alívio nas restrições, com destaque para a lotação de restaurantes e estabelecimentos de diversão noturna que poderá chegar aos 100%.

 

O jornal Quincemil elaborou uma série de questões que sintetizam o que irá acontecer a partir de sábado na Galiza:

 

 

Até que horas podem funcionar cafés e restaurantes?

A partir de sábado, cafés e restaurantes poderão funcionar até à 1h30 (hora espanhola) às sextas-feiras e sábados. Mais meia-hora do que atualmente.

 

 

E os bares e discotecas?

Também vão poder funcionar mais tempo. Os bares poderão funcionar até às 4h30 às sextas-feiras e sábados. As discotecas poderão funcionar até às 5h00 – mais uma hora do que acontece atualmente. Mantém-se aqui a obrigatoriedade de apresentação do certificado digital de vacinação contra a COVID-19.

 

 

Quais são as lotações?

A Junta da Galiza decidiu recuperar os 100% em todas as atividades que tutela. Entre elas a restauração e a diversão noturna.

 

 

Há mudanças nos lares de idosos?

Sim. Serão levantadas as medidas excecionais para estes espaços, mas continuarão a vigorar precauções nas visitas aos residentes e para profissionais que trabalham nesses espaços.

 

O uso de máscara continua?

Sim. Continuará obrigatória em espaços interiores e ao ar livre, caso não seja possível manter a distância de segurança (1,5m).

 

 

Quantos casos ativos de COVID-19 existem atualmente na Galiza?

A região da Galiza, Espanha, está com menos de 500 casos ativos. Nas últimas 24 horas somou apenas 28 novos casos de infeção pela COVID-19.

 

Foi registado mais um significativo número de recuperados que permitiu mais uma descida no número de casos ativos, de acordo com os dados do Serviço Galego de Saúde (SERGAS). São agora 421 casos ativos.

 

 

 

[Fotografia: DR]

Últimas