PUBLICIDADE
AVANÇAR

Menu

+

0

0

Norte

COVID-19: ARS-Norte desaconselha eventos que promovam a aglomeração de pessoas

14 Dezembro, 2021 - 01:04

1010

0

Risco de transmissão “é real e não pode ser anulado”.

A Administração Regional de Saúde do Norte (ARS-Norte) desaconselhou esta segunda-feira a realização de eventos, festas e jantares que promovam a aglomeração de pessoas, com efeitos imediatos, dada a imprevisibilidade da evolução epidemiológica da COVID-19.

 

“A atual situação epidemiológica nacional e regional, relativa à pandemia por COVID-19, é caracterizada por um elevado grau de incerteza, devido à dinâmica de circulação de vários vírus nos meses de inverno e à emergência de uma nova variante de preocupação de SARS-CoV-2″, refere a ARS-Norte em comunicado citado pela SIC Notícias.

 

No mesmo comunicado, a ARS-Norte considera que “esta imprevisibilidade da evolução epidemiológica da COVID-19, implica uma avaliação de risco contínua e, de acordo com o nível de risco apurado, a reavaliação das medidas de saúde pública implementadas”.

 

“Independentemente do cumprimento integral de todas as medidas de saúde pública preconizadas, o risco de transmissão de infeção por SARS-CoV-2, particularmente em eventos de cariz social favorecedores de aglomeração de pessoas, de comportamentos de proximidade e de contacto físico, é real e não pode ser anulado”, sublinha.

 

A autoridade de saúde do Norte lembra que “continuam a ocorrer casos/surtos relacionados com eventos sociais promotores da agregação de pessoas, dada a circulação de pessoas infetadas, com ou sem sintomas, ainda que com um esforço de testagem prévia”.

 

Defende, por isso, que é “fundamental que todos aqueles que pretendem realizar eventos durante a pandemia, ainda que nos limites do enquadramento legal, ponderem o risco a que se estão a submeter, assim como aos demais participantes, tendo a responsabilidade de aplicar as medidas de redução de risco e de cumprir, promover e garantir o cumprimento da legislação vigente aplicável, bem como das normas, orientações e recomendações da Direção-Geral da Saúde”.

 

Refere que as autoridades de saúde da região Norte manterão o acompanhamento da situação epidemiológica, ajustando a intervenção em saúde pública, de acordo com a avaliação de risco.

 

 

[Fotografia: Ilustrativa/DR]

Tópicos:

#Covid 19

Últimas