Menu

+

0

0

Paredes de Coura

Associação dos Bombeiros Voluntários considera que a SIV veio prejudicar e "substituir" o trabalho dos bombeiros

26 Janeiro, 2011 - 15:42

318

0

O presidente da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Paredes de Coura considera que o aparecimento da SIV (Viatura de Suporte Imediato de Vida) veio prejudicar o trabalho dos bombeiros voluntários do concelho.

O presidente da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Paredes de Coura considera que o aparecimento da SIV (Viatura de Suporte Imediato de Vida) veio prejudicar o trabalho dos bombeiros voluntários do concelho. À Rádio Monção, Barbosa da Silva explicou que a Viatura de Emergência da corporação está sempre em alerta, mas apenas é chamada quando a SIV está em serviço. O responsável fala por isso de custos desnecessários, uma vez que estão a pagar o salário a um técnico, o qual, na maioria das vezes, nem é preciso. Esta não é, no entanto, uma situação isolada. Barbosa da Silva diz que, por todo o país, o trabalho dos "Voluntários" está a ser afectado.
Barbosa da Silva fala na necessidade de existir uma "economia de custos" se a equipa da SIV estivesse enquadrada na corporação de bombeiros. Uma união de esforços que, na opinião do responsável, em muito reduziria o "consumo da viatura" e o pagamento de "ordenados".
Este é, um assunto que, de resto, vai ser discutido no Congresso Extraordinário da Liga de Bombeiros Portugueses, a 26 de Fevereiro. Em cima da mesa, vai estar também o corte das verbas transferidas pelo Governo, para o pagamento do transporte de doentes, efectuado pelos bombeiros voluntários. Recorde-se que o serviço das ambulâncias constitui uma das maiores fontes de receita destes elementos.

Últimas