PUBLICIDADE
AVANÇAR

Menu

0

0

Arcos de Valdevez

Arcos: Crianças aprenderam a cozinhar com um Pirelióforo – Sabe o que é?

13 Outubro, 2021 - 02:26

402

0

Homenagem a uma das maiores invenções do Padre Himalaya.

A Agenda com Ciência, das Oficinas de Criatividade Himalaya, arrancou no passado sábado com lotação esgotada para a atividade Sol Cozinheiro.

 

Nesta oficina, as famílias puderam conhecer a figura e legado do Padre Himalaya como percursor do aproveitamento da energia do sol, ao construírem um forno solar que utiliza esta energia para cozinhar alimentos de uma forma segura, saudável e sustentável. Uma evidente homenagem ao pirelióforo do Padre Himalaya [ver explicação mais abaixo].

 

Os participantes ainda puderam conviver no jardim pedagógico e provar o bolo de chocolate confecionado no forno solar, bem como provar uma infusão de plantas usadas em tempos pelo Himalaya na Fitoterapia e colhidas no jardim.

 

Este centro de Ciência da Câmara Municipal tem um programa de atividades previsto até ao final do ano.

 

 

 

Veja a galeria de fotos [créditos: Município Arcos Valdevez]

 

 

 

O Pirelióforo

 

 

Poucos portugueses causaram tanta sensação no mundo das invenções como o Padre Himalaya. Entre outras descobertas, maravilhou o mundo com o seu pirelióforo, um aparelho gigantesco que conseguia aproveitar a energia solar para fundir rochas ou metais. Terá sido um dos primeiros no mundo a fazê-lo, embora não com a intenção de produzir eletricidade, tal como hoje se faz.

 

O padre Hiamalaya foi um inventor revolucionário português e ganhou o grande prémio da exposição universal de St. Louis, nos Estados Unidos.

 

Conta a Vortex Magazine que o seu sucesso foi de tal ordem, que, recusadas todas as tentativas de compra, o colossal aparelho acabou por ser roubado, para nunca mais aparecer.

 

A exposição universal de St. Louis, em 1904, foi a maior, mais dispendiosa e grandiosa até então. E nessa mesma exposição todas as atenções se centraram numa invenção portuguesa, que foi coberta de prémios. Essa invenção era o pirelióforo, um aparelho colossal, com 13 metros de altura, 80 metros quadrados de parábola, e 6.177 espelhos.

 

 

 

O enorme pirelióforo apresentado pelo Padre Himalaya em 1904
[créditos: DR/Via Vortex Magazine]

 

 

 

Este aparelho usava a luz solar, concentrando-a e multiplicando-a por forma a atingir temperaturas elevadas, na ordem dos 3800ºC, sendo capaz de fundir qualquer metal ou rocha sem dispêndio de energia. O sistema era inovador, especialmente num contexto em que numerosos ramos da indústria procuravam opções por energias renováveis e limpas.

 

O júri internacional atribuiu o primeiro lugar ao invento, bem como duas medalhas de ouro e uma de prata aos financiadores do projeto. A notícia foi destaque nos jornais norte-americanos, e o padre Himalaya passou ainda longos meses nos Estados Unidos, partilhando as suas descobertas em numerosas palestras.

 

Conta ainda a Vortex Magazine que, ainda durante a exposição, o inventor rejeitou várias ofertas para o seu invento. Pensa-se que o sucesso do aparelho e a recusa do inventor em vendê-lo levaram ao seu roubo, apesar das suas dimensões.

 

Depois de tantos anos de pesquisa, o desaparecimento do pirelióforo deve ter sido um golpe de peso para o inventor, que nunca mais se dedicou ao invento.

Últimas