PUBLICIDADE
AVANÇAR

Menu

+

0

0

Caminha

Alto Minho: Este é o concelho com mais Alojamento Local

18 Julho, 2022 - 10:12

1212

0

Turismo.

Caminha é o concelho do Alto Minho com mais unidades de Alojamento Local. De acordo com os dados mais recentes do Registo Nacional de Turismo, aquele concelho apresenta registadas 472 unidades num universo de 1.697 registos por todo o Alto Minho.

 

Apesar de ser o quinto concelho com maior número de habitantes do distrito de Viana do Castelo, o território da Foz do Minho lidera a tabela do Alto Minho seguido de Viana do Castelo, com 400 Alojamentos Locais e Ponte de Lima com 274.

 

“Os números oficiais confirmam o crescimento exponencial do número de turistas nos últimos anos e atestam a estratégia de valorização e divulgação do território que tem vindo a ser seguida”, refere o presidente da Câmara, Miguel Alves.

 

Para o autarca “todo o trabalho que vem sendo desenvolvido, tem permitido trazer cada vez mais gente, e mais dias, ao concelho e mais gente e mais tempo de estadia obrigam a mais camas, mais alojamento e, naturalmente, injetam mais dinheiro na economia local”.

 

Miguel Alves mostra-se satisfeito por liderar este ranking distrital, mas não esquece a outra face da moeda nem o que ainda pode ser feito.

 

“O crescimento do uso de imóveis para Alojamento Local também retira possibilidades para a residência permanente. É preciso que a valorização do património através do turismo não esqueça a necessidade de termos habitação suficiente, a preços moderados, para que as pessoas e as famílias possam viver no concelho”, aponta.

 

“Por outro lado, estes números bons não mudam a minha opinião sobre a necessidade de termos mais investimento na hotelaria e nos empreendimentos turísticos. O crescimento exponencial da hospedagem e dormidas no concelho de Caminha tem que ser acompanhada por mais investimento privado em novas camas e o que tenho dito aos promotores é que o negócio compensa porque há muitos dias do ano, e não só no verão, onde não há um único quarto vago”, acrescenta Miguel Alves.

 

[Fotografia: Município Caminha]

Últimas